17 de setembro de 2009

REVOLTA!

Na reunião de ontem, o Bispo falava sobre a revolta ser o momento certo para a fé agir, pois nessa hora não oramos buscando soluções para os problemas com sentimentos sobre si mesmos ou lamentações, apenas fazemos um clamor cobrando as promessas de Deus, para que se cumpram em nossas vidas. Não falo de revolta contra os outros, pessoas que tentam  nos prejudicar, mas sim, revolta com a situação que se faz presente, por exatamente não corresponder aquilo que cremos que pedimos ao nosso Pai. Como pode o Pai ser cheio de Poder e o filho ser cheio de fracassos? Ás vezes pensamos que estamos vivendo no limite do sofrimento, da dor, da humilhação, da perseguição, mas não! Sabe por quê? Se os problemas aumentam e você continua a orar com pena de si mesmo, é que o seu limite não chegou. Esse limite só chegará quando a sua fé for acionada pela mesma revolta que Gideão teve quando questionou á Deus sobre a situação de seu povo. A mesma revolta que fez Abraão sair de sua terra, de sua parentela e ir em busca das grandezas de seu Pai. Revolta que fez Ana dar um basta aos seus problemas. Nesse momento de extremos não existe espaço para os sentimentos, mesmo nós mulheres, cheias de hormônios que afetam o emocional e nos fazem ser capazes de irrigar o sertão por tantas lágrimas que se derramam por qualquer coisinha... Na revolta não se sente nada, não tem isso e nem aquilo... Tem somente a ação da fé que clama,  que crê e o faz o milagre acontecer.



É exclusivamente entre você e Deus. Está tudo muito difícil?
Ótima oportunidade para viver uma virada em sua vida!

Revoltada e sobre as águas,
Isis Regina

Um comentário:

  1. AMADA AMIGA EIS QUE ÉS MUITO USADA POR DEUS POIS CADA DIA MAIS SUAS PALAVRAS DE FÉ ME POE DE PÉ ...OBRIGADA ...QUE DEUS TE ABENÇOE MUITO ...MUITO MESMO

    ResponderExcluir

Compartilhe o que você achou dessa postagem: