19 de março de 2012

SE EU FOSSE CONTAR...


Estou aqui escrevendo e lembrando tantos maravilhosos momentos ao som de uma canção que não envelhece jamais...
Lembro-me de quando era menina, minha mãe havia comprado alguns discos para ouvirmos (eu e meus irmãos). Chegavámos da igreja desejosos de manter a boa semente que recebíamos lá, então, ouvíamos o disco até quase furar...

Naquela época, não haviam muitas opções dentro da música evangélica, mas havia muito mais qualidade dentro das poucas opções. Não havia também a preocupação de fazer o cantor, grupo... conhecido, mas sim a música por sua mensagem.

Assim, era magnifício juntar-nos aos nossos amigos para cantarmos. Na igreja recebemos o convite para irmos ao grupo jovem, e quem nos fez o convite da primeira vez foi a D. Solange Guimarães. Ela nem imagina o quanto nos sentimos importantes com esse convite.

Quando nos reuníamos para cantar ao som de um violão que meu irmão havia aprendido a tocar, nem poderíamos imaginar onde Deus nos levaria semeando a fé libertadora que havia restaurado toda a nossa casa.

Minha mãe, com sua atitude simples,  havia marcado nossas vidas para sempre, com canções como esta, que todas as vezes que ouvimos, resgatamos na memória boas lembranças de inspiração para vivermos mais e mais nessa fé para Deus.
A boa semente, mesmo que pequenina, se for semeada em boa terra, crescerá e virá a dar muitos frutos. " Se eu fosse contar..."


Meu Deus é Real!


Um comentário:

  1. Bom dia querida Isis, embora não tenha crescido em um lar evangélico, mas depois da conversão da minha mãe e minha o louvor era constante em casa, e depois de casada pude ter o privilegio de criar o meu filho ouvindo canções que edifica, e realmente tem canções que marcam a nossa vida e ao ouvi-las novamente nos traz recordações maravilhosas, sem puxasaquismo (rsrsrs)a sua é uma delas vamos cantar juntas?
    *...Me esvaziei de mim do meu eu,vem me encher Espirito de Deus estar bem junto a ti,te conhecer me encher do teu poder...
    bjs queridas

    ResponderExcluir

Compartilhe o que você achou dessa postagem: