7 de janeiro de 2015

DEPENDENTE DESSE AMOR




Foi renúncia sem igual, foi calmaria na tempestade, foi coragem no medo, foi alegria na tristeza, foi perdão na decepção, foi força na fraqueza, foi ternura no olhar, foi compreender sem julgar,  foi doçura no amargo, foi definição para a dúvida, foi abraço na rejeição, foi um lar na falta de um chão, foi família na solidão, foi parceria na incompreensão, foi resgate na perdição, foi bondade na maldade, foi vida na morte, foi esperança para o impossível, foi libertação na escravidão, foi salvação na tribulação.

"A sua cabeça é como o ouro mais refinado, os seus cabelos são crespos, pretos como o corvo. Os seus olhos são como pombas junto às correntes das águas, lavados em leite, postos em engaste.

As suas faces são como um canteiro de bálsamo, os montões de ervas aromáticas; e os seus lábios são como lírios que gotejam mirra.

Os seus braços são como cilindros de ouro, guarnecidos de crisólitas; e o seu corpo é como obra de marfim, coberta de safiras.

As suas pernas como colunas de mármore, colocadas sobre bases de ouro refinado; o seu semblante como o Líbano, excelente como os cedros.

O seu falar é muitíssimo suave; sim, ele é totalmente desejável. Tal é o meu amado, e tal o meu amigo, ó filhas de Jerusalém."  Cânticos 5:11-16

O AMOR que me arrebatou pelo qual sou eternamente dependente...
Obrigada  Deus!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe o que você achou dessa postagem: