9 de setembro de 2011

FAÇA SEMPRE O SEU MELHOR, DEUS VÊ!


Muitas vezes desejamos que Deus faça algo pelas nossas vidas, afirmamos crer nEle,  entretanto, não cremos em nós mesmos. A fé é uma parceria de certeza e plena convicção. Ela é visionária e aproveita da inteligência que possuímos para conquistarmos as promessas de Deus para as nossas vidas. Assim, damos ouvidos a voz de Deus e NÃO a do coração.

Há dias atrás, estava resolvendo uns compromissos e fui com a minha filha almoçar em um shopping na praça de alimentação. E lá, a grande maioria dos fast foods colocam um garçom para levar o prato nas mesas dos clientes. Então,  um rapaz muito educado, trouxe o prato que pedimos, nos atendeu muito bem, sempre se colocando á disposição para qualquer necessidade. Lembro que comentei com a minha filha que ele agia como se a franquia fosse dele, tamanha boa vontade em fazer com que o cliente percebesse que era especial para aquela empresa, e isso nos chamou atenção.

Ao dar início a minha refeição, constatei que o grelhado que havia pedido estava muito mal passado,  e tive que o chamar novamente. Ele prontamente me atendeu, comentei que não estava no ponto, estava quase cru e até falei que não queria que passasem de novo (já ouvi inúmeras histórias de donos de restaurantes em que os chefs relatam que se reclamam do prato, alguns com raiva cospem e depois mandam de volta, rsrs). Bem, ele insistiu, pediu desculpas, e foi tentar reparar o erro.

Como haviam muitas pessoas devido ao horário do almoço, enfim, quando mandaram o grelhado da maneira que havia pedido, eu já tinha terminado minha refeição. Foi quando esse rapaz, visivelmente ficou arrasado, pediu desculpas, me perguntou o que ele poderia fazer para reparar esse erro, e para sua surpresa, eu disse que estava tudo bem. Ele espantado, ficou me olhando, e eu respondi: está tudo bem mesmo.

Passado mais uns dias, fomos lanchar no mesmo lugar, o rapaz ficou notóriamente feliz por retornarmos. Dessa vez, o atendimento foi mais que eficiente, e como sempre, o cuidado desse rapaz nos chamou a atenção. Quando terminamos a nossa refeição, no meio de toda aquela correria, chamei o rapaz e pedi para ele ver  se poderia me arrumar uma folha de papel e uma caneta, pois queria escrever uma carta para o gerente geral. Ele humildemente me trouxe o que pedi, sem se preocupar com o que poderia escrever e ainda me disse: o gerente está bem ali, a senhora quer falar com ele? Eu respondi que não, e escrevi minha carta e pedi que ele entregasse ao gerente. Ele assim o fez.

Quando ía saíndo, o evangelizei e ele disse que estava afastado da igreja, estava separado de sua esposa, de seu filho e se deixou levar pela tristeza. E, aí, disse para ele não retroceder e voltar, pois Deus desejava abençoá-lo com o Seu Espírito e assim, toda a sua vida. Finalmente, perguntei se ele queria saber o que dizia a carta que escrevi para o gerente, e ele respondeu com humildade balançando a sua cabeça, que sim. Eu havia escrito uma carta relatando que só havia retornado ali, pelo bom atendimento que ele realizava, que ele trabalhava como se a empresa fosse dele, com carinho e respeito pelos clientes. Disse que muitas vezes, são pessoas como ele, que passam tão imperceptîveis diante do quadro de uma empresa pela função que ocupam, mas que são os alicerces que mantém os clientes.

Ele ficou sem ação, e eu disse que Deus estava sempre vendo a vida dele, mas para que Ele pudesse abençoá-lo, ele teria que O buscar.

Passado mais dias, ele nos falou que havia voltado para a igreja, que estava muito feliz, e falou que a carta que escrevi foi parar na direção geral daquele fast food. Ele foi promovido e está muito feliz.

Sabe? Quando comentei que havia tomado essa atitude, houve quem não acreditou, e falou que ninguém iria dar ouvidos a uma cartinha escrita em uma folha... É, o que importa não é o tamanho de sua atitude, mas a qualidade de sua fé.

4 comentários:

  1. Quantas oportunidades às vezes perdermos de abençoar ... já pensou se a srª tivesse achado que a cartinha era sem importância ? Tenho certeza que essa atitude o motivou ainda mais a voltar para Deus.

    ResponderExcluir
  2. Mercia Carolina dos Santos de Carvalho2 de março de 2012 00:28

    Uma atitude que fez a diferença,Deus a todo tempo estava olhando para ele em todas as suas atitudes.

    ResponderExcluir
  3. Ah dona arrebentou ^^ ... Deus ele observa os inimos detalhes neh...No detalhe do atendimento dele deixou a senhora feliz o que a levou a fazer a carta, e no detalhe da senhora fazer a carta Deus é quem fikou feliz pois ele voltou p igreja =) .... assim como ele foi abencoao a senhora tbm sera ....

    "Abençoarei os que te abençoarem"....

    um grande Bju... Bianca Lyz

    ResponderExcluir
  4. Bacana,temos que fazer sempre o melhor,procurar fazer a diferença sempre,fazendo assim,até o que era para dar errado,dá certo !

    ResponderExcluir

Compartilhe o que você achou dessa postagem: