7 de abril de 2012

MINHAS ESCOLHAS


Deus pega suas sementes e as segura em Suas Poderosas Mãos, então, escolhe as "terras" para semeá-las, "terras" que Ele ama muito.

Ele trata essas "terras" para que recebam as Suas boas sementes, e assim, comecem a produzir os frutos.

Não existe ninguém melhor do que o outro, mas, existe os que se destacam, não porque são os mais certos pelo fato de se verem como os que nunca cometeram erros grandes,  todos somos pecadores, e por isso precisamos da misercórdia de Deus para alcançarmos a Salvação, independente do tamanho de nossas falhas.

O orgulho e a vaidade são grandes enganadores e adoram achar abrigo nos sentimentos do coração. 

Mas, existe os que fazem a diferença, porque estão prontos para crescer, por entenderem que esse crescimento depende única e exclusivamente de si próprio e a humildade é a virtude que abre a Porta para a nova vida.

Os erros não são causados por causa de outros,  mas por si próprio, cada um escolhe o que fazer, o que ser, com quem andar, falar, e assim, muitos acabam refém do mal, mal que nasce de sua própria escolha, uma escolha feita pela emoção do coração.

Quão imensurável é o Amor de Deus por cada um de nós, que mesmo sabendo de todos os nossos erros, até os pensamentos mais escondidos que sopram sobre a mente, seja por julgamentos, sentimentos ruins, ou qualquer outro tipo de erro, Ele não desiste de cada um de nós.

Para que a "semente" preciosa de Deus derramada sobre as "terras" tenha condições de crescer, há necessidade do amadurecimento dessa semente.

Sem esse amadurecimento, não haverá suporte para a árvore frondosa que Deus deseja erguer através dessa "terra",  que é a nossa vida. Essa árvore será procurada por muitos  cansados e oprimidos, que  se aproximarão buscando o refrigério da sombra que irá proporcionar, embriagados pelo doce aroma dos frutos que produzirão.

Mas, como amadurecer? O amadurecimento acontece quando somos capazes de fazer as boas escolhas  e somos fortes para pagar o preço por elas.

Se isto, muitas vezes significa uma aparente "solidão" para esse mundo, que seja feito assim, pelo alvo maior onde se quer chegar...

Se isto significa sentar-se na "sala de espera de Deus" pela vida sentimental, ou de sonhos, que essa confiança e disposição esteja selada em sua vida...

Sem sacrifícios pessoais, a Árvore da Vida jamais poderá crescer.

Determinação, Exemplo, Perseverança, Obediência, Temor, Fé, Amor, devem ser as raízes que oferecem estrutura para esse crescimento.

A cada "hoje" nascem novas oportunidades, que dependendo de nossas escolhas, nos tornam reconhecidos como fracassados ou vencedores.

Quem é de Deus, não tem tempo para o mal, porque seu tempo está totalmente ocupado com uma agenda celestial.

Gastar o tempo olhando o que acontece na vida de outros é permitir-se  NÃO crescer. "Toda árvore que não produz bom fruto é cortada e lançada ao fogo. Assim, pois, pelos seus frutos os conhecereis” Mateus 7.15-20

É tempo de despertar, pois os ponteiros do relógio anunciam dias remidos, onde as horas voam... A vida está passando, e quantas oportunidades enviadas por Deus  já não foram desperdiçadas peja rejeição ao preço do amadurecimento; o sacrifício.

O Senhor Jesus está voltando e prestará contas com cada um de nós sobre o que fizemos com as sementes que Ele plantou em cada um de nós.

Alguém que não quer amadurecer pelo comodismo de não ter que sacrificar o que mais lhe custa, as suas vontades, sentimentos pessoais é alguém que não tem direito de fazer cobranças, pois que não é justo cobrarmos que Deus faça por nós o que não fazemos por Ele.

Faça a sua escolha, e que suas atitudes digam quem você é:  se é um Isaque que atendeu a voz de Deus ou um Absalão, que padeceu achando que o benefício de apenas ser filho de um rei, seria o suficiente para a sua vida.

Aproveite agora mesmo essa oportunidade e desfrute de todas as promessas como herdeiro. Vença a si mesmo e triunfe em o nome de Jesus; Que  a sua fé ouse, rompendo barreiras, e assim, o mundo veja a glória de Deus através de você.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe o que você achou dessa postagem: