7 de junho de 2012

A INDIFERENÇA E A AMIZADE


Um certo dia, a Amizade viu-se muito cansada das pessoas que a cercavam, dos lugares, das conversas, enfim, de tudo que a cercava. A Amizade por sentir-se de tal forma, se achou apta à justificar com seu olhar, os defeitos de quem a acompanhava.
Então, em seu momento de fraqueza, a Amizade duvidou do carinho que recebia, da admiração que lhe era oferecida e achou que a Indiferença era a partir daí, a sua melhor companhia.
A Indiferença, desejando achar um espaço só seu, rapidamente começou a alimentar as razões da cansada Amizade, e os defeitos de quem a amava, não cessavam de aparecer...
Logo, a Indiferença disse para Amizade seguir sozinha, deixando para trás quem tanto lhe amava... Em uma noite linda, cheia de estrelas, cheia de tristeza, uma das companheiras da Amizade, olhando para o céu, falou:

_ Senhor, não sei onde falhei, reconheço que sou imperfeita, mas, o que fiz para receber tamanha indiferença?
Deus, prontamente a respondeu dizendo:
_ Um dia, enviei meu Filho para salvar, Ele não cometeu pecado algum, mas, por Amor foi crucificado levando a culpa de todos, venceu a morte e ressuscitou! Muitos não O entenderam ou valorizaram, e nem por isso deixei de cumprir o Meu plano de Salvação, através do sacrifício de meu Filho.

A velha Amiga que estava tão desapontada e entristecida, agradeceu á Deus e naquela noite ela entendeu que o Verdadeiro Amor não se justifica, não se explica, porque é nobre demais para podermos medir as grandezas de suas ações.
Muitos não entendem quando o recebem, outros não o valorizam, mas, o Verdadeiro Amor
é mais forte que todas as coisas, é o Único que pode salvar a Verdadeira Amizade da cruel Indiferença.

Mesmo que por vezes possamos falhar ou sermos feridos... Se fomos capazes de nos olharmos com os olhos de Deus uns para outros, poderemos nos vermos como Ele nos vê.

Saberemos cultivar o Verdadeiro Amor apesar de todos os defeitos que possuímos, pois, em Deus, assim como fomos perdoados, temos o poder de apagar da memória os erros cometidos para conosco, assim, como os erros que também cometemos para com outros...
“Ninguém tem maior amor do que este, de dar alguém a sua vida pelos seus amigos.”
João 15:13.

Isis Regina

6 comentários:

  1. Olá dona ISIS,adimiro sua pessoa e seu lindo trabalho,gostaria de desabafar com uma pessoa amiga tudo o que sinto, mas não tenho coragem, sempre fui uma pessoa muito fechada,guardo tudo dentro de mim,sou uma pessoa rancorosa,me magou com facilidade,sinto raiva de certas pessoas.,sinto inveja,me considero uma pessoa feia e má ás vezes.Quero tanto ser uma mulher de Deus mas vejo isto muito distante de mim,o que é pra fazer eu não faço e o que não é pra fazer eu faço, quero fazer o bem e acabo não fazendo, mu sinto um lixo,acho que pra mim não tem mais solução,mas ao mesmo tempo acredito que posso vencer.Já fui da igreja, vi muitos milagres em minha vida já fiz a obra de Deus( algo que eu amava fazer) e ainda tenho este desejo dentro de mim,mas infelismente me encontro doentee outros problemas mais.Tento me firmar na igreja,mas quando penso que esto firme acabo esfriando de novo.Tenho consciência de que que tenho que lutar pela minha salvação que é o primordial.Me oriente por favor ainda que a verdade doa,com todo carinho Rita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada Rita:

      "Nascer de novo" é a resposta que procura.
      Quando Nicodemos encontrou o Senhor Jesus e ouviu que ele precisava "nascer de novo", certamente, esse novo nascimento só foi possível depois dele ter tido um encontro com o Senhor Jesus.
      Quem o convenceu dessa necessidade?
      Quem o transformou?
      O próprio Espírito de Deus!
      Nicodemos creu e assim aconteceu em sua vida.

      Logo depois, junto a José de Arimatéia , foi usado para embalsamar o corpo do Senhor Jesus depois de sua crucificação. Esse fato, mostra que Nicodemos deu ouvidos á voz de Deus.

      Pelo que você descreve em seu comentário, sua vida tem sido regida por suas emoções e sentimentos, e por isso, tem sido levada ao engano de uma fé fundamentada nas emoções... uma hora acredita, outra duvida...

      Se sua inteligência te faz saber que é possível mudar de vida em Deus, apenas creia! Quando cremos, assumimos a nossa fé, e praticamos o que cremos. A fé não olha as circunstâncias da vida, ela vê o alvo onde nos levará, se a usamos para engrandecer á Deus.

      Muitas vezes, as pessoas querem complicar, o que é simples:

      "Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres." João 8:36

      Quando nascemos de novo, pelo Espírito de Deus que habita em nós, temos o poder de vencer o mundo, porque primeiro vencemos a nós mesmos.

      Use a fé sem emoções e vencerá, o desejo de vencer você já tem. Deus conta com você, Ele jamais desistiria de sua vida.

      Não duvide, apenas creia e vá em frente!!!

      Deus a abençoe em o nome do Senhor Jesus!

      Excluir
  2. Querida Roberta:

    Saudades também!

    Sempre que posso, dou uma passadinha em seu blog abençoado!

    Beijinhos e vamos na fé!

    ResponderExcluir
  3. Olá Isis Regina, gostei de seu blog e desde já quero dar-lhe os parabéns,esta postagem é muito boa, quem não sabe ou não quer perdoar decerto também não terá o perdão, mesmo que a pessoa não consiga esquecer, o amor de Jesus cobre todo o ódio ou rancor. Sou Antonio Batalha portugues e gostava de lhe fazer um convite: Tenho um blog Peregrino e servo, e se desejar fazer parceria me deixava muito honrado em tê-la como minha amiga virtual, claro que vou retribuir. Obrigado e tudo de bom.

    ResponderExcluir
  4. Eu estava precisando dessa mensagem. Obrigada.

    ResponderExcluir

Compartilhe o que você achou dessa postagem: