22 de outubro de 2013

COMO NOS DIAS DE NOÉ



Você já reparou que os meses estão passando muito rapidamente?
Já notou que de um domingo para outro parece que a semana diminuiu?

Pois é... na verdade o tempo está mais curto mesmo. Ainda que um dia continue tendo 24 horas, nós não fazemos mais as mesmas coisas que fazíamos 10 anos atrás, por exemplo.

Aqui está a explicação Bíblica para isso:

“Isto, porém, vos digo, irmãos, que o tempo se abrevia...” 1Corintios 7:29 
“Porque haverá então grande aflição, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem tampouco há de haver. E, se aqueles dias não fossem abreviados, nenhuma carne se salvaria; mas por causa dos escolhidos serão abreviados aqueles dias”. Mateus 24:21-22

Já estamos vivendo claramente essa época. Dias difíceis e que, se não fossem abreviados, ninguém seria salvo; pois as injustiças acontecem como nunca, a maldade se multiplicou de tal maneira que chega a espantar. Uns julgando aos outros, maldizendo pelas costas, fomentando contendas, “alfinetadas” por todos os lados, os maus olhos prevalecendo, picuinhas sujando os corações. Pessoas colocando em risco o que há de mais precioso, a Salvação, por causa do que é vil.

Umas querendo passar por cima das outras, querendo aparecer mais, fazer mais, se exaltar mais, se vangloriar mais... Com o ego a flor da pele, sufocam o espírito, massacram a alma que grita pelo medo de perder sua eternidade junto ao Pai. Orgulhosas, arrogantes, sábias aos seus próprios olhos, se esqueceram de como chegaram até Deus: arrasadas, destruídas, perdidas, amarguradas, um zero a esquerda... Mas, depois de terem sido restauradas, se esqueceram do que eram, é... elas se esqueceram!! Mas Deus não. Ele nos avisa:

“Saiba disto: nos últimos dias sobrevirão tempos terríveis. Os homens serão egoístas, avarentos, presunçosos, arrogantes, blasfemos, desobedientes aos pais, ingratos, ímpios, sem amor pela família, irreconciliáveis, caluniadores, sem domínio próprio, cruéis, inimigos do bem, traidores, precipitados, soberbos, mais amantes dos prazeres do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando o seu poder. Afaste-se desses também”. 
2 Timóteo 3:1-5

Devemos observar nossa vida, fazer uma auto-avaliação, mas com sinceridade, pois o dia do Senhor se aproxima, não é um conto de fadas, não é ilusão nem mentira, o Senhor Jesus está às portas, Ele não demora e as pessoas estão adormecidas, como se estivessem anestesiadas, brincando, colocando em risco o maior de todos os tesouros. Vamos ler esta passagem Bíblica com muita atenção:

"Quanto ao dia e à hora ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o Filho, senão somente o Pai.
Como foi nos dias de Noé, assim também será na vinda do Filho do homem.
Pois nos dias anteriores ao Dilúvio, o povo vivia comendo e bebendo, casando-se e dando-se em casamento, até o dia em que Noé entrou na arca; e eles nada perceberam, até que veio o Dilúvio e os levou a todos. Assim acontecerá na vinda do Filho do homem”. Mateus 24:36-39

Que aqueles que se encontram descrentes e apáticos a essa verdade, aproveitem a oportunidade de verdadeiramente endireitarem seus passos rumo à porta estreita que conduz à eternidade com Deus. Só existem duas portas: a larga, cheia de facilidades, coloridos, ilusões, prazeres momentâneos (eternidade com o diabo), e a estreita, de lutas, renúncias, humildade (eternidade com Jesus).

Qual é a porta que você vai escolher HOJE? Amanhã pode não dar mais tempo.

Sandra Lages

3 comentários:

  1. Somente os nascidos de Deus para vencerem a podridão desse mundo!

    Muito forte essa mensagem.

    ResponderExcluir
  2. Quero a porta que me conduz a vida eterna com Deus. Pois não algo mais importante do que a Salvação da alma.
    Realmente os dias tem passado muito rápido, as pessoas até comentam, mas não se atentam que isso é Bíblico e é o final dos tempos.

    ResponderExcluir
  3. Que Deus nos preserve com o coração puro.
    Quando Ele voltar que possamos estar de pé na Presença do Nosso Deus!

    ResponderExcluir

Compartilhe o que você achou dessa postagem: